G.I. Joe – destruição da Torre Eiffel

Caramba, G.I. Joe: A Origem de Cobra (ou se preferir: Comandos em Ação) parece ser tudo o que um filme baseado em jogos para videogame deveria ser. Confira abaixo um clipe com a Baronesa e o ninja Storm Shadow correndo para destruir a Torre Eiffel enquanto são perseguidos pelos G.I. Joe’s e suas armaduras iradas. E viva a pipoca!!!

1ª imagem de Homem de Ferro 2

ironman2oficial01 Já caiu na rede a primeira imagem oficial do próximo longa do herói enlatado: Homem de Ferro 2. A imagem quase não revela nada em especial. Quase, porque no fundo da mesma, estão as armaduras do herói e podemos ver a nova versão da usada no primeiro longa: a Mark 4. Clique na imagem para ampliá-la e confira. A nova é a última da direita. O diretor informou que a nova armadura é mais leve e ergonômica que a anterior (a penúltima a direita). Homem de Ferro 2 tem data de estréia prevista para 7 de maio de 2010. Lembro dos tempos em que só sabíamos sobre um determinado filme, no máximo, um mês antes de seu lançamento.

Spawn pode ter outro filme

spawn_151Os estúdios já perceberam que adaptações de HQ são uma boa oportunidade de ganhar um trocado. Até franquias que estavam no limbo devido às péssimas produções de outrora já deram prova que uma boa história pode fazer o público pagar o ingresso. Foi assim com Batman e Todd McFarlane quer que seja também com sua obra prima (nas Hq’s, é claro) Spawn.

Não é um filme de quadrinhos, é só um filme assustador, que tem tudo baseado na realidade, com exceção desse único elemento que é o Spawn. Tenho duas filhas adolescentes. Há dez anos tento tornar realidade essa ideia de fazer um filme onde elas possam levar seus namorados“, disse.

O primeiro filme não teve um tratamento descente e foi devidamente esquecido pelo público e, por tabela, Hollywood. Parece que McFarlane agora assumirá o comando do projeto e em breve podemos ter notícias da pré-produção.

The Spirit: Sin City encontra… Pernalonga?

rating_duasestrelas

the-spirit-3Frank Miller parece ter aprendido direitinho a lição visual de Robert Rodriguez, mas esqueceu que um filme (assim como as revistas em quadrinhos que o tornaram uma lenda) não vive apenas de imagem: o importante é a história. O visual de The Spirit é uma cópia escancarada de Sin City, mas o clima noir é usado apenas como exercício de estilo num longa que tem, ao invés do tom sombrio do longa citado, ares de um episódio da turma do Pernalonga.

Continuar lendo