O Ultimato Bourne: missão cumprida

Ultimato Bourne

Quando A Identidade Bourne surgiu em 2002, pouco se sabia sobre o personagem oriundo dos livros de Robert Ludlum. Talvez por essa falta de conhecimento prévio (e uma consequente falta de expectativa) o filme tenha feito tanto sucesso. A questão é que mesmo depois de estabelecer expectativa, a série conseguiu se superar em A Supremacia Bourne para fechar a trilogia com chave de ouro nesse longa eletrizante.

Ultimato começa praticamente no mesmo ponto em que termina A Supremacia Bourne e a premissa é basicamente a mesma que percorreu os filmes anteriores: um homem sem memória em busca de sua verdadeira identidade. Bourne (Matt Damon) agora está em busca dos homens que o transformaram numa perfeita arma de matar. Enquanto no primeiro longa ele era a caça e no segundo o caçador, o diretor Paul Grengrass (Vôo 93) agora o transforma em "caça e caçador" num filme de tirar o fôlego.

Em tempos de heróis que voam e/ou grudam em paredes, Bourne se destaca por fincar os pés no chão e combater seus inimigos com a força bruta e mental. Todos os elementos que fizeram dos dois primeiros filmes obras primas do gênero estão presentes, desde o roteiro inteligente e bem amarrado às espetaculares cenas de perseguição que viraram marca registrada da franquia. Um outro ponto positivo do filme é o fato de não tratar o espectador como imbecil e mastigar todas as informações (destaque para o momento em que Bourne conversa com um antigo affair).

Matt Damon continua excelente como o herói desmemoriado, sempre com uma expressão fria e calculista, mesmo nos momentos de grande tensão. E como se não bastasse sua ótima performance, o elenco de apoio também mantém o nível: da sempre sensacional Joan Allen a correta Julia Stiles. A câmera sempre nervosa do filme pode ser apontada como o único ponto negativo nas vertiginosas cenas de luta, mas nada que comprometa o conjunto da obra. Bourne pode agora descansar com a certeza de ter cumprido sua missão.

Em tempo: a equipe do Olhar Leigo gostou tanto de O Ultimato Bourne que houve briga para ver quem ia escrever o review.

Aproveite e compre: identidadebournethumb A Identidade Bourne: edição especial , supremaciabournethumb A Supremacia Bourne

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *