Django Livre: Tarantino ainda surpreende

Talvez esse seja o trabalho mais “linear”, em termos de roteiro, de Quentin Tarantino. Dito isto, todas as outras características que marcaram sua carreira como diálogos inteligentes e divertidos, violência gráfica, trilha sonora impecável e, em alguns momentos, inusitada e o amor à sétima arte. Se já havia referenciado os filmes de guerra, de wuxia, de assaltos e de Terror B, dessa vez, o cineasta faz uma releitura dos clássicos Westerns Spaguetti. O resultado não poderia ser melhor. Continuar lendo

Bastardos Inglórios: genuíno Tarantino

rating_quatroestrelas

ingloriousbasterdsFilme sobre americanos contra nazistas já é algo pra lá de batido. Mas se deixarmos os fatos históricos um pouco de lado e colocarmos Tarantino (Pulp Fiction) na direção, com um Brad Pitt tão inspirado quanto no frenético Snatch, não tem como dar errado, correto? Aqui é onde eu diria, “errado”. Mas fala sério: vindo de Tarantino, você realmente acha que tinha como dar errado?
Continuar lendo

The Spirit: Sin City encontra… Pernalonga?

rating_duasestrelas

the-spirit-3Frank Miller parece ter aprendido direitinho a lição visual de Robert Rodriguez, mas esqueceu que um filme (assim como as revistas em quadrinhos que o tornaram uma lenda) não vive apenas de imagem: o importante é a história. O visual de The Spirit é uma cópia escancarada de Sin City, mas o clima noir é usado apenas como exercício de estilo num longa que tem, ao invés do tom sombrio do longa citado, ares de um episódio da turma do Pernalonga.

Continuar lendo

Samuel L. Jackson assina com Marvel

nick-fury nick-fury-jackson

O ator Samuel L. “Bad Mother F@%#$” Jackson (Serpentes a Bordo) assinou contrato com a Marvel Studios para reprisar o papel do agente Nick Fury. Jackson interpretou o personagem por alguns segundos na cena pós-créditos de Homem de Ferro e por motivos financeiros estava prestes a ficar de fora da anunciada continuação e confirmados crossovers do estúdio. Acontece que com o contrato, o ator se comprometeu a participar, não de um, mas de nove longas envolvendo o personagem. Sendo assim, podemos esperar o ator mais Bad Mother F@%#$ do cinema na continuação do Homem de Ferro, no longa do herói nórdico Thor, no filme do Capitão América, no crossover dos Vingadores e em mais cinco projetos ainda não confirmados (Inclusive um longa sobre a agência S.H.I.E.L.D.). Haja fôlego – inclusive para os fãs de quadrinhos!!!