Tropa de Elite 2: indigesto e sem esperança

Em 2007, o cineasta José Padilha tomou o Brasil de assalto com Tropa de Elite, um retrato violento e contundente da sociedade brasileira que transformou um policial truculento em ícone da cultura pop nacional. Após grande sucesso nas bilheterias (mesmo tendo vazado no mercado ilegal antes de sua estréia oficial), seguindo o modelo americano de cinema, começaram a pipocar notícias sobre uma possível continuação (até foi cogitada uma série de TV). Foi preciso esperar três anos para Tropa de Elite 2 aportar nos cinemas brazukas. A missão de Padilha, Wagner Moura e companhia era difícil: igualar ou superar o sucesso do primeiro filme. Acontece que com o Cap. Nascimento, missão dada… é missão cumprida.
Continuar lendo