O Segredo de Seus Olhos: jovem clássico?

Recentemente estava discutindo com alguns amigos sobre o fato de revisitar algumas obras consagradas nos “impedir” de conhecer novos clássicos. Eis que estava eu prestes a rever a obra prima, Os Bons Companheiros, quando resolvi, de última hora, mudar de idéia e dar uma oportunidade ao mais novo trabalho (ainda que não seja tão novo) do argentino Juan José Campanella. Não vou entrar no mérito de qual seria a melhor opção, mas posso afirmar que estou feliz, aliás, muito feliz, por minha escolha.
Continuar lendo