Grey’s Anatomy – Arrumando a Bagunça!

Aviso nº1 – Contém Spoilers de todas as temporadas, inclusive da 7ª, só para não deixar dúvidas!

Aviso nº2 – Não sei se já disse isso aqui no Olhar Leigo, mas sou fã absoluta de Grey’s Anatomy, até quando o episódio é ruim, eu acho bom! Então esse texto pode ser um pouco, ou muito passional.

A Shonda Rhimes, criadora de Grey’s Anatomy, fez uma bagunça sem tamanho na 6º temporada! Adicionou novos personagens e fez com que o Seattle Grace Hospital sofresse de super-lotação!

Foi um temporada confusa, até hoje eu não sei o nome de vários personagens que surgiram, seja pela fusão com o Mercy West ou pela necessidade de novas histórias, como a nova cirurgiã cardíaca, a Teddy Altman, que veio bagunçar o romance, já conturbado, do Owen Hunt e a Cristina Yang e  o paquera da Miranda Bailey, o Ben Warren, que eu acho um fofo!

A impressão que tenho é que, com a saída recente de vários personagens marcantes da série: Erica Hahn, George O’Malley e a Izzie Stevens, a Shonda precisava de substitutos, e resolveu jogar várias opções na 6º temporada para que, ao longo do tempo, aqueles que cativassem mais o público se destacassem e os outros… bom… os outros seriam sumariamente eliminados!

Isso fica bem claro, com o fim da  temporada, tiros, tiros e tiros…

Aliás, o melhor fim de temporada de Grey’s, diga-se de passagem!

O massacre que finaliza a temporada não serviu apenas para diminuir a população de Seattle Grace, ele também deixou bastante marcas que estão sendo usadas para dar uma arrumada na bagunça!

As marcas ou traumas foram tão grandes que surge o personagem do Andrew Perkins, como o psicólogo que tem o papel de trazer de volta o equilíbrio dos médicos envolvidos e liberar, ou não, para as cirurgias. Detalhe que o psicólogo já chega tendo um romance com a cardiologista Teddy, será que terá vida longa no hospital?

Mas a vida do Perkins não será fácil, principalmente em relação a Meredith e a Cristina!

O aborto de Meredith ainda vai dar muito o que falar nessa temporada, aliás, é o motivo pelo qual ela ainda não está liberada para fazer cirurgias.  E como Meredith não vai muito com a cara do psicólogo, aguardem grandes discussões pela frente.

E o que não ficou muito claro foi o drama da Cristina, ela fala para o psicólogo quer ser “comum” como as garotas das revistas de noiva. Será que é apenas trauma por ter sido extraordinária o suficiente para continuar operando o marido da melhor amiga com uma arma na cabeça ou vem aí uma grande mudança na personagem?

Derek Shepherd “pede para sair” do cargo de chefe e volta a ser o grande cirurgião que é, apesar dos pesares. Aliás, eu acho Derek um personagem bastante complicado e isso fica cada vez mais claro nesse início de temporada, acho até mais complicado que a própria Meredith, mas isso é assunto para outro post.

Richard Webber, volta para o lugar de onde nunca deveria ter saído, afinal de contas ele é The Chief! E nunca ficou confortável no papel de um simples cirurgião, não no “seu” hospital!

O romance de Lexie Grey e Alex Karev subiu no telhado! Ela não engoliu o fato de ter salvo a vida dele enquanto ele chamava pela Izzie, em delírio. Particularmente, nunca gostei muito desse romance! Claro que em breve, ou não tão breve assim, estaremos vendo Lexie e Mark Sloan juntos novamente.

Outro romance que ficou em suspenso foi da Bailey com o Ben, poxa, eles juntos são tão fofos, mas vamos ver o que Shonda reversa para Miranda! Será que o romance iria tirá-la do foco?

E chega de fim de romance, não acham?

A relação de Meredith Grey e Derek está cada vez mais sólida, mesmo com os momentos de surto de Derek, estão vendo como eu acho que ele é o problema do casal?

A Callie Torres e a Arizona Robbins estão com a  relação entrando nos eixos!

E se a Shonda resolveu o vai e vem de Derek e Meredith na 6º temporada, finalmente(ou não) ela deu um descanso para a Cristina, que casa com Hunt no final do episódio!

Ah, não falei do pessoal que sobrou do Mercy West!

Só sobrou mesmo o Jackson Avery, que eu sempre acho que qualquer dia desses ele vai se mandar para o hospital do avô, o que considero uma pena; e a chata, e sempre chata, entrona e metida a besta da April Kepner, vai ser chata assim lá em Grey’s Anatomy!

Então é isso, a Shonda de vez em quando erra a mão mas é muito boa em consertar as coisas!

Esse é o 7º ano da série, e eu espero que seja um temporada mais madura, porque tempo e acontecimentos para isso, já teve de sobra! 🙂

Força Shonda, contamos com você!

´

5 comentários sobre “Grey’s Anatomy – Arrumando a Bagunça!

  1. Eu bati todos os meus records de assistir episódios de uma série, quase tive uma overdose e em poucos meses (nem sei quantos foram, 2 ou quase 3, sei lá) consegui ver as 6 temporadas e pegar o final da 6ª em andamento.
    E que final, melhor fim de temporada de todos os tempos, quase enfartei querendo mais e mais. O início da 7ª foi ótimo.

    Acho que o episódio que mais me abalou foi o da morte do George. Eu só pensava que era pegadinha, que não era ele. Chorei horrores.

    Tomara que a Cristina mude, mas não tanto. Adoro o jeito dela é hilária, apesar de ser dura, fria…

    Gosto da Lexie com o Mark, casal tão bonitinho.

    Acho que uma das pessoas mais abaladas com o massacre é a Bailey, a fama de durona se foi. Creio que visitará muito a sala do psicólogo junto com o Alex.

    Derek virou o inconsequente com o lance de abusar da velocidade quando dirige, querendo não perder tempo vivendo intensamente, será o início de outros problemas que virão para o McDreamy?

    Meredith…apesar de ser a protagonista não é minha preferida, acho que falta algo pra completar a personagem. Na verdade não sei se falta algo na personagem ou na Ellen Pompeo. Mas também só traumas na vida da pobre moça, agora quem sabe com o casamento e mais madura as coisas melhorem.

    Bom, só sei que estou na expectativa pra saber como será o desfecho da temporada (que nem começou direito). Pior que nem tenho mais episódios acumulados pra matar a ansiedade.

  2. É a primeira pessoa que eu encontro que também sente o que eu sinto em relação à Grey’s Anatomy: até quando é ruim é bom!!! Sempre achei que Derek tem um lado negro da força, que se revela a cada episódio… Adorei seus comentários certeiros!

  3. Oi Cecília,
    adorei o “lado negro da força”, assim que der, vai rolar um post sobre Derek, aguarde!
    E Grey’s até quando é ruim é bom mesmo!!

  4. Miliane,
    A Meredith também não é minha preferida, aliás, nem tenho um personagem preferido, tenho um TOP 5! E a Meredith não está nele, apesar de que, de uns tempos para cá, depois de assistir as temporadas inúmeras vezes, ela acabou ganhando minha simpatia, mas só isso! 🙂
    Também estou doida pelos próximos episódios!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *